Bilheteira Online

EU, DANIEL BLAKE

Diagnosticado com um grave problema de coração, Daniel Blake, um viúvo de 59 anos, tem indicação médica para deixar de trabalhar. Mas quando tenta receber os benefícios do Estado que lhe concedam uma forma de subsistência, vê-se enredado numa burocracia injusta e constrangedora. Apesar do esforço em encontrar um modo de provar a sua incapacidade, parece que ninguém está interessado em admiti-la. Durante uma espera numa repartição da Segurança Social conhece Katie, uma mãe solteira de duas crianças a precisar de ajuda urgente, que se mudou recentemente para Newcastle (Inglaterra). Daniel e Katie, dois estranhos cujas voltas da vida os deixaram sem forma de sustento, vêem-se assim obrigados a aceitar ajuda do banco alimentar. E é no meio do desespero que se tornam a única esperança um do outro… Palma de Ouro na Edição de 2016 do Festival de Cinema de Cannes.
Cinema / 3,00€ / 100M
Abr ter 18 21H30
Pequeno Auditório

NO ESCURO DO CINEMA DESCALÇO OS SAPATOS

A Companhia Nacional de Bailado de Portugal comemora quatro décadas de existência. Na sua génese está a interpretação dos grandes clássicos e o acolhimento permanente de criações contemporâneas. O quotidiano é rigoroso para bailarinos, coreógrafos, músicos, ensaiadores, costureiras, técnicos de luz, som e toda uma vasta equipa que permite que a dança percorra as salas de ensaio e se alongue pelos corredores até chegar ao palco. Este filme acompanha não só as criações e estreias da companhia mas sobretudo o trabalho silencioso e estrutural de cada bailarino. Cláudia Varejão não é uma novata no campo do teatro e da dança, tendo já inúmeras vezes filmado estas artes de palco.
Cinema / 0,00€ / 104M
Mai seg 22 21H30
Pequeno Auditório

OS JOGOS DAS TERRAS FRIAS - JOGOS TRADICIONAIS - ESPANHA

Os Homens e os Jogos - Os Jogos das Terras Frias, de Noronha Feio Portugal, 1978, 27’, M/6, Documentário Nos finais dos anos setenta o tempo era de agitar consciências e de promover as raízes culturais de um país até aí fechado sobre si mesmo a olhar para a sombra de um império que já o não era. Foi nesse contexto que Noronha Feio, em boa hora, desenvolveu este projeto de grande fôlego e que hoje constitui documento imprescindível para aqueles que se queiram debruçar sobre a temática das tradições lúdicas em Portugal durante o século passado. No distrito da Guarda o programa contou com a colaboração da então Associação Distrital de Jogos Tradicionais e do Lazer do Distrito da Guarda. Documentário sobre os Jogos Tradicionais em Espanha S/título, de Jorge Rioboo, 1975, 30’. Registo documental sobre os Jogos Tradicionais em Espanha, com testemunhos de figuras importantes da sociedade espanhola: Carmen de la Maza, Manuel Toharia, José Luis Garci, Manuel Summers e Paloma San Basílio. Primeira exibição ao público. Tertúlia no final da sessão a cargo de Norberto Gonçalves e Henrique Martins (AJTG) e Carlos de la Villa Porras (Associación Cultural La Tanguilla de Aranda de Duero)
Cinema / 3,00€ / 57M
Mai qua 24 21H30
Pequeno Auditório

ONDE AS OLIVEIRAS CRESCEM , OS HOMENS NÃO MORREM

"Há Festa no Campo" é um projeto de desenvolvimento das aldeias através de práticas artísticas promovido pelas associações EcoGerminar e Terceira Pessoa, com parceria da Escola Tecnológica e Profissional Albicastrense (ETEPA) e União das Freguesias do Freixial e Juncal do Campo. O projeto pretende encontrar propostas de dinamização cultural e social para a União das Freguesias do Freixial e Juncal do Campo, em conjunto com a população e associações locais. Valorizar o património material e imaterial das aldeias como oportunidade de afirmação e desenvolvimento é o desafio abraçado pela equipa de projeto. Este filme testemunha uma história de crença de que a arte pode desempenhar um papel ativo na sociedade. Foi essa história que encontrámos em quatro aldeias do interior de Portugal - Barbaído, Chão da Vã, Freixial do Campo e Juncal do Campo - onde existe um projeto de desenvolvimento das aldeias através de práticas artísticas: o “Há Festa no Campo/Aldeias Artísticas”. Documenta-se assim o desenvolvimento deste projeto, dando corpo a uma experiência comunitária e tornando possível a replicação da mesma noutros territórios. No final haverá uma conversa sobre a temática do documentário com a presença dos responsáveis do projeto e do filme.
Cinema / 0,00€ / 65M
Mai qua 31 21H30
Pequeno Auditório

LONGE E NATAL

“Longe”, de José de Oliveira Portugal, 2016, 37’, M/12, Ficção Um Homem vai-se aproximando de uma grande cidade pelos acessos mais secretos, áridos, selvagens. Chega e avista a cidade de Lisboa dos altos e por cima dos montes. Lá, de onde saiu há muitos anos, sente-se um estranho. Reconhece e não reconhece a paisagem e o ambiente. Que o atrai e o repele. Procura amigos, conhecidos, lugares, uma filha que lhe chegou por carta tanto tempo passado. Descobre e redescobre um último reduto onde se sente em casa. Mas parte, no fim, parte. “Pai Natal”, de José de Oliveira Portugal, 2016, 20’, M/12 ,Ficção Um jovem de Braga, estudante e amante de cinema, vai para Lisboa, onde arranjou um emprego fugaz e particular. Mas, como sempre, as verdadeiras razões da descida à Capital não são essas. Entre as salas escuras, uma rapariga e os amigos, o retrato de um tempo e de um rapaz como muitos. Meio perdido, meio desinteressado.
Cinema / 3,00€ / 57M
Jun ter 13 21H30
Pequeno Auditório

TONI ERDMANN

Já na casa dos 60, Winfried Conrad é um antigo professor de música conhecido pelo riso fácil e pelo gosto pela vida. A sua forma desprendida e um pouco irresponsável é uma das razões pelas quais se tornou distante de Ines, a sua extraordinariamente bem-sucedida filha. Ao contrário do progenitor, ela é sisuda, controlada e muito dedicada à carreira. Um dia, consciente do afastamento entre ambos, ele resolve fazer-lhe uma visita surpresa em Bucareste (Roménia), a cidade onde ela trabalha há já alguns anos. O encontro revela-se um fracasso e eles acabam por se distanciar ainda mais. Até que, algum tempo depois, ele regressa, desta vez vestindo a pele de Toni Erdmann, um "alter ego" inventado por si que, ao infernizar a vida da filha contando mentiras a todos os seus contactos, lhe vai mostrar o que verdadeiramente importa para ser feliz…
Cinema / 3,00€ / 162M
Jul qua 05 21H30
Pequeno Auditório

MILES AHEAD

Durante a década de 1970, mesmo no auge da sua carreira, o compositor e trompetista Miles Davis decide abandonar os palcos e fechar-se em casa. Durante cinco longos anos, viveu em quase total isolamento, lidando com uma dor crónica e problemas de voz decorrentes de uso abusivo de analgésicos e drogas. Até que, determinado a fazer uma reportagem sobre a grande estrela do Jazz há muito desaparecida, Dave Braden (Ewan McGregor), que se apresenta como repórter da célebre revista “Rolling Stone”, o ajuda a regressar novamente ao mundo. Assim, durante dois dias, eles embarcam numa aventura para recuperar a última gravação de Davis, cujo desaparecimento é culpa do próprio Braden. Com assinatura de Don Cheadle – que, para além de encarnar brilhantemente a personagem principal, aqui se estreia na realização –, um "quase biopic” que ficciona um período da vida de Miles Davis (1926 – 1991) – com vários flashbacks para o passado – e mostra as marcas que o músico deixou no panorama musical do Séc. XX.
Cinema / 3,00€ / 100M
Jul qua 12 21H30
Pequeno Auditório

Teatro Municipal da Guarda Municipio da Guarda
Produzido por Dom Digital
ApoiosDom DigitalNatura IMB HotéisClinica d água
Apoios à Divulgaçãoaltitude.fmTerras da BeiraLocalvisão TVClube Escape Livre