Bilheteira Online
Pesquisar
Agenda

 

Agenda
janeiro a março de 2017
Download

Ó DA CASA!

Espetáculo comunitário que conta com a participação das coletividades do concelho da Guarda e que tem por base a tradição do “Cantar das Janeiras”. As Janeiras é um ritual de anúncio de nascimento. Desta vez vai anunciar-se o nascimento de um ser imaginado, construído e animado; um bem maior, coletivo e articulado. Numa relação entre personagens humanos e mecânicos este espetáculo fará referência metafórica aos tempos de hoje mais concretamente à discussão homem versus máquina e uma homenagem aos objetos, às estruturas mecânicas tradicionais e ao imaginário coletivo, património imaterial tão valioso.
Música / 1,00€ / 120M
Jan sex 06 21H30
GRANDE AUDITÓRIO (SEM LUGARES MARCADOS)

CANTOS DE CEGO DE GALIZA E PORTUGAL CÉSAR PRATA E ARIEL NINAS

“Cantos de Cego da Galiza e Portugal” é um concerto temático sobre uma personagem singular na cultura musical ibérica: o cego, que desde a Idade Média povoava o universo sonoro das feiras e romarias, contando e cantando histórias de crimes, romances e feitos históricos. Dois músicos, um galego e um português, lançando mão de diversos instrumentos, cantam e tocam canções de cego. A sanfona, instrumento de origem medieval e companheira certa dos cegos cantores, ocupa um papel central neste concerto que junta canções galegas e portuguesas recentemente gravadas no disco “Cantos de cego da Galiza e Portugal”, editado por aCentral Folque da Galiza.
Música / 0,00€ / 60M
Jan qui 12 22H00
Café Concerto

TÓ TRIPS & JOÃO DOCE

Na senda de levar o disco “Guitarra Makaka – Danças a um Deus Desconhecido” pelo país fora, Tó Trips (Dead Combo) convidou e construiu um espetáculo cúmplice e entusiasmante com o percussionista João Doce, reputado músico angolano sobejamente (re)conhecido como membro dos Wray Gunn e colaborador de The Legendary Tigerman.
Música / 0,00€ / 60M
Jan sex 13 22H00
Café Concerto

CHÃO DA FEIRA

Projeto a duas vozes femininas, acompanhadas de guitarra e flauta de bisel, de inspiração na música tradicional portuguesa e polvilhado de sonoridades das Músicas do Mundo. O disco "Das Tripas Coração", lançado em 2015, já lhes permitiu, entre outras datas, marcar presença no Festival Bons Sons e na Festa do Avante. Ao vivo, Chão da Feira apresenta-se em quarteto num espetáculo eclético de temas originais, das narrativas poéticas ao registo interventivo, os instrumentos acústicos tradicionais abraçam o antagonismo das melodias de vozes harmonizadas.
Música / 0,00€ / 75M
Jan qui 19 22H00
Café Concerto

SHOUT - DE CARLOS CANHOTO

Neste concerto, Carlos Canhoto apresenta-nos o seu mais recente disco, “Shout”, em duo com a pianista Natalia Riabova. O programa é paradigmático da representação expressiva da dialéctica entre a vida e a morte e é simultaneamente expressão profunda e rigor formal. Inclui música dos compositores Gabriel Fauré, Mark-Anthony Turnage, Ryo Noda, Christopher Bochmann e Richard Rodney Bennett.
Música / 5,00€ / 60M
Jan sex 20 21H30
Pequeno Auditório

CRIATURA

Após um 2016 marcado pelo lançamento do seu primeiro disco, a Criatura fez chegar a "Aurora" de norte a sul do país e acabou a abrir o palco do castelo de Sines numa enchente tão épica quanto a própria música. Já focada na continuidade do trabalho da renovação da música de raíz portuguesa, apresenta-se agora sem a habitual presença do Grupo Coral e Etnográfico da Casa do Povo de Serpa, mas sem deixar os cantos, os prantos, os adufes a conviverem com os sintetizadores e as gaitas com a eletricidade. É energia em movimento, extraída de corpos e de vozes distintas que buscam o uníssono na busca da identidade conjunta do que poderá ainda, sentir-se Português. Um espetáculo ideal para unir gerações, partilhar com toda a família, mas que antes, convida cada um a revisitar-se profundamente.
Música / 5,00€ / 75M
Jan sáb 21 21H30
Grande Auditório

SEGUE-ME À CAPELA

Segue-me à Capela é um coletivo de sete mulheres que trabalha a música tradicional portuguesa. O grupo existe desde 1999, realizou inúmeros concertos em Portugal e no estrangeiro, colaborou com vários artistas, designadamente em discos e concertos, tendo editado em 2004 o seu primeiro disco e, no final de 2015, o disco-livro San’Joanices, Paganices e Outras Coisas de Mulher.
Música / 5,00€ / 75M
Jan sáb 28 21H30
Pequeno Auditório

A MARAFONA

A Marafona faz-se entre viagens e descobertas, entre pesquisas e gestos exploratórios, trilhando outros rumos para o formato da canção em português. A sua sonoridade procura honrar a memória cultural de Portugal e espraiar a portugalidade de hoje. O concerto d’A Marafona é um mundo de sensações, com diversos ambientes musicais interligados. A impressão é que tem princípio, meio e fim, como se fosse um concerto contado.
Música / 0,00€ / 100M
Fev sex 03 22H00
Café Concerto

KANAMALU - KIMI DJABATÉ

Kimi Djabaté nasceu a 25 de janeiro de 1975 em Tabato, Guiné-Bissau e é certamente um dos melhores performers da world music/afro-latina. Incentivado pelos pais e tio, desde muito jovem, Kimi Djabaté depressa se tornou um fenómeno com excelente formação em música tradicional mandinga. Mas o interesse de Kimi estendeu-se a outros géneros de música popular africana, tais como Gumbé, afrobeat nigeriano, morna de Cabo Verde, sem deixar de lado também o jazz ocidental e os blues, que muito influenciaram a sua música. Djabaté estabeleceu-se em Lisboa. E apesar de estar a morar na Europa há cerca de 10 anos, continua a prestar grande dedicação à música com a qual cresceu na Guiné-Bissau.
Música / 0,00€ / 60M
Fev qui 09 22H00
Café Concerto

ENSAIO ABERTO – SÍNTESE – CICLO DE MÚSICA CONTEMPORÂNEA DA GUARDA

Os Ensaios Abertos destinam-se a alunos do ensino regular dos agrupamentos de escolas da cidade da Guarda. Esta atividade, organizada em estreita colaboração com o Serviço Educativo do Teatro Municipal da Guarda, visa aproximar os jovens da música contemporânea, possibilitando-lhes a experiência de conhecer o processo de construção de uma obra musical, e facultando-lhes o contacto com músicos profissionais, numa dinâmica própria.
Música / 0,00€ / 60M
Mar qui 02 10H30
Pequeno Auditório
Mar qui 02 14H30
Pequeno Auditório

QUARTETO RODRIGO AMADO

Recentemente nomeado pela prestigiada El Intruso International Critics Poll como um dos cinco melhores saxofonistas tenor em atividade, ao lado de Evan Parker, Joe Lovano, Jon Irabagon e Ingrid Laubrock, Rodrigo Amado regressa ao TMG com um dos seus projetos mais emblemáticos - o quarteto que mantém com Joe McPhee, Kent Kessler e Chris Corsano. Um quarteto que foi descrito como tendo "a mesma química clarividente de grupos clássicos como o de Ornette Coleman, resumindo e desenvolvendo aquilo que foi alcançado no jazz ao longo de mais de 50 anos". Objeto de inúmeras recenções críticas, um pouco por todo o mundo, o disco surgiu nas listas de melhores do ano de publicações como Burning Ambulance, The Quietus, NPR Jazz Poll, Perfect Sounds, entre muitos outros, tendo sido eleito melhor disco do ano no site The Free Jazz Collective
Música / 5,00€ / 60M
Mar sex 03 21H30
Pequeno Auditório

VOCAL ACROBATICS APRESENTADO POR FRAUKE AULBERT (ALEMANHA)

A cantora Frauke Aulbert é especializada em performance vocal contemporânea, possuindo uma impressionante extensão vocal. Para além da sua formação em canto lírico, o seu trabalho foca-se em técnicas expandidas e experimentais com vista ao alargamento das capacidades sonoras da sua voz. Domina os registos sobre-agudo e sub-grave e canta de forma clássica em toda a sua extensão vocal. Frauke Aulbert apresenta-nos estes novos sons que passam por multifónicos vocais e opera, até ao canto com formação de harmónicos (overtone singing). O programa conta com algu - mas das peças mais recentes da criação vanguardista para voz, utilizando um vasto leque de cores e extensão vocal. Algumas peças fazem uso da abordagem do canto típico no pop/rock, beatboxing, estilos de canto tradicional, onomatopeias, e ruídos vocais, outras exigem a máscara e a preparação da voz através de pequenos altifalantes de boca. Uma impressionante e verdadeira homenagem à voz humana.
Música / 5,00€ / 60M
Mar qui 09 21H30
Pequeno Auditório

ANTÓNIO ZAMBUJO[ESGOTADO. PODERÁ HAVER ALGUNS BILHETES À VENDA NA BILHETEIRA DO TMG NO DIA 8 DE MARÇO]

"Até Pensei que Fosse Minha" é o novo disco de António Zambujo. O álbum do músico português, lançado em Outubro de 2016, inclui 16 temas do vasto reportório de Chico Buarque, entre eles estão algumas das canções mais emblemáticas do percurso de Chico Buarque, como ‘Cálice’, ‘Valsinha’, ‘João e Maria’, ‘Tanto Mar’ ou ‘Geni e o Zepelim'. O novo trabalho incluiu até a participação do próprio Chico Buarque que gravou com Zambujo uma versão da canção “Joana Francesa”. Este é o oitavo álbum de António Zambujo, que editou pela primeira vez em 2002 – “O mesmo fado”. Sobre o seu novo trabalho descreveu o jornal “Le Monde”: «o requinte, a elegante sensualidade e a grande classe com que António Zambujo homenageou Chico Buarque…»
Música / 10,00€ / 60M
Mar sex 10 21H30
Grande Auditório

BARRIO POPULO

Depois de mais de 600 concertos, desde 2008, por diversos países da Europa e nou - tros continentes, Barrio Populo em Outubro de 2016 edita o terceito disco e prepa - ra-se para se estrear em Portugal. Com o fim da infância, a imaginação desaparece frequentemente no chamado princípio de realidade. Mas em Barrio Populo o sonho faz parte da realidade. Hoje em dia, enquanto jovens adultos, estão a concretizar os seus desejos mais profundos: a viver a aventura musical. É uma aventura de um pro - jecto onde para além dos oito músicos se contam ainda mais três elementos ativos. São 11 pessoas, mais de 600 concertos e dois discos muito bem acolhidos pela crítica. O terceiro álbum, “Géographie du Hasard”, editado em Outubro de 2016, foi prepa - rado de uma forma mais relaxada. É um álbum que tem uma sonoridade verdadeira. Barrio Populo é a energia do rock e a sensibilidade da canção francesa.
Música / 0,00€ / 70M
Mar qui 16 22H00
Café Concerto

NÚMERO 4 /NUMBER 4 APRESENTADO POR ENSEMBLE L ́IMAGINAIRE (FRANÇA/ITÁLIA)

L’Imaginaire é um ensemble de música de câmara contemporânea que busca em permanência por renovar a abordagem à música, através de concertos inovadores, de encomendas de novas obras, e de uma pedagogia empenhada. A exigência artísti - ca e a transmissão da emoção musical estão no centro da abordagem do ensemble L’Imaginaire. O seu reportório é caracterizado por programas dedicados a concertos temáticos, e por peças escritas especialmente para o grupo. O objetivo é valorizar e promover essas novas obras musicais
Música / 5,00€ / 60M
Mar sáb 18 21H30
Pequeno Auditório

KALAKAN FEAT. LUIS PEIXOTO

Dos currículos de Luis Peixoto e dos Kalakan (banda do País Basco), saltam à vista as inúmeras colaborações e participações com diversos Artistas, assim não é de espantar que estejam juntos, sabendo do ADN dos Músicos envolvidos mais tarde ou mais cedo aconteceria este encontro. Ainda bem que é agora, temos a possibilidade de assistir ao nascimento. O resultado desta colaboração, só pode ser mais uma viajem daquelas que queremos guardar as fotos em papel para fixar na nossa memória e não mais esquecer.
Música / 0,00€ / 60M
Mar qui 23 22H00
Café Concerto

NOVA MÚSICA APRESENTADO POR SÍNTESE-GRUPO DE MÚSICA CONTEMPORÂNEA

No encerramento do XI Ciclo de Música Contemporânea da Guarda, o Síntese GMC, ensemble residente, apresenta-nos em estreia absoluta quatro novas obras de compositores tão diferentes como são Álvaro Salazar, Sara Carvalho, Paulo Jorge Ferreira e Vasco Mendonça. Uma oportunidade para ouvir em primeira mão a nova música portuguesa, no momento único da sua estreia mundial.
Música / 5,00€ / 60M
Mar sáb 25 21H30
Pequeno Auditório

MOURA - ANA MOURA

“Moura”, o 6.º álbum de Ana Moura, editado em Portugal no dia 27 de novembro de 2015, foi diretamente galardoado com a marca de Disco de Ouro. Do seu canto, sabemos apenas que nasceu no fado. Nunca saberemos onde termina. Não há outra voz no fado como a de Ana Moura. Uma voz que se passeia pela tradição livremente, sem deixar de flirtar elegantemente com a música pop, alargando de uma forma muito pessoal o raio de acção da canção de Lisboa. Mas aquilo que a distingue é não apenas um timbre grave e sensual como há poucos – Ana Moura transforma instantaneamente em fado qualquer melodia a que encoste a sua voz. É um rastilho imediato, uma explosão emocional disparada sem contemplações ao coração de quem a ouve.
Música / 10,00€ / 75M
Abr ter 25 21H30
Grande Auditório

RITA REDSHOES


Música / 10,00€ / 75M
Mai sáb 20 21H30
Grande Auditório

LUÍSA SOBRAL


Música / 10,00€ / 75M
Jun sáb 17 21H30
Grande Auditório

Amigos TMG

Ser amigo TMG é um modo de viver intensamente a cultura beneficiando de vantagens muito interessantes.

Saiba como
Loja TMG
Seguidores
Teatro Municipal da Guarda Municipio da Guarda
Produzido por Dom Digital
ApoiosDom DigitalNatura IMB HotéisClinica d água
Apoios à Divulgaçãoaltitude.fmTerras da BeiraLocalvisão TVClube Escape Livre